botao de busca



VOLTAR


<<< Anterior      Próxima >>>


Escolha o tamanho da fonte - A - A
12/Março/2020

Tecnologia vai avisar em tempo real locais de maior risco de enchente

Estações meteorológicas de baixo custo distribuídas pela cidade oferecerão previsões mais assertivas e pontuais para a emissão de alertas à população


Tecnologia vai avisar em tempo real locais de maior risco de enchente

O mês de fevereiro foi o mais chuvoso na cidade de São Paulo desde o início da série histórica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em 1943, e, com as chuvas, vêm também enchentes, pontos de alagamento e deslizamentos de terras. Para evitar tragédias deste tipo é que a startup Pluvi.On e a EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) desenvolveram uma estação meteorológica de baixo custo capaz de emitir alertas pontuais avisando o quanto de chuva está previsto para determinado ponto da cidade.

A tecnologia monitora as condições meteorológicas em tempo real. O equipamento conta com sensores para medição do volume e intensidade de chuva, temperatura, umidade do ar, direção e velocidade do vento. A estação tem diversos sensores integrados (de tipos diferentes) e recursos de conectividade para a transmissão dos dados coletados para a nuvem onde serão processados. E, com a adição de inteligência, dá maior precisão às informações relacionadas à previsão do tempo e a possibilidade de emitir alertas sobre possíveis enchentes, deslizamentos e desastres ambientais.

Atualmente, a startup conta com 300 estações em 10 estados do país, sendo 40 delas na cidade de São Paulo. A ideia é espalhar as unidades e ampliar a base de dados para melhorar a qualidade da informação e deixá-la mais precisa. Com isso, futuramente será possível distribuir alertas gratuitamente para as pessoas, por meio de plataformas instaladas em smartphones.

''No ano passado, por conta dos nossos dados, emitimos um alerta de chuva forte que estava prevista para atingir uma rodovia de São Paulo. Com isso, eles (concessionária) decidiram fechar a pista. No dia previsto aconteceram dois escorregamentos que poderiam ter atingido alguma família, se a medida não tivesse sido tomada'', conta Diogo Tolezano, CEO da startup Pluvi.On. ''Estamos também com um projeto piloto em comunidades de alta vulnerabilidade social na região de São Miguel e Itaim Paulista, na zona leste da capital, bairros frequentemente atingidos pelas enchentes.''

A inovação foi desenvolvida em parceria com pesquisadores da Unidade EMBRAPII CPqD, em Campinas e Icatel, indústria de Telecomunicações em São Paulo. Entre os setores que já demonstraram interesse em adquirir as novas estações meteorológicas destacam-se o agronegócio, distribuidoras de energia elétrica, empresas de transportes e de engenharia.

Inovação em startups e pequenas empresas

Este e diversos outros projetos são resultados de uma parceria entre EMBRAPII e Sebrae que tem como objetivo financiar ideias inovadoras de pequenos empreendedores buscando potencializar a competitividade de suas empresas no mercado.

No modelo convencional da EMBRAPII são financiados até 1/3 do valor dos projetos inovadores da indústria brasileira com recursos não reembolsáveis, além de colocar à disposição para seu desenvolvimento as Unidades EMBRAPII, renomados centros de pesquisa credenciados pela instituição. No modelo específico que inclui o Sebrae, os empreendedores recebem o complemento de suas contrapartidas financeiras nos projetos compartilhando os riscos e contribuindo para sua viabilização.

http://www.embrapii.org.br/


Fonte: Atelier de Imagem e Comunicação




COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS
  • Digg
  • del.icio.us
  • DZone
  • blogmarks
  • StumbleUpon
  • Facebook
  • Tumblr
  • TwitThis
  • Print
  • email
  • Live
  • Yahoo! Bookmarks

Comente esta notícia


Ver mais notícias rss




© 2009-2020 Guias Web - Todos os Direitos Reservados - Normas de Uso - Política de Privacidade