botao de busca



VOLTAR


<<< Anterior      Próxima >>>


Escolha o tamanho da fonte - A - A
10/Março/2020

Comitê Paralímpico Brasileiro e Governo de SP renovam parceria

Parceria reúne mais de 60 atletas de alto rendimento do Estado, em um investimento de R$ 3,8 milhões em 11 modalidades que devem representar o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020


Comitê Paralímpico Brasileiro e Governo de SP renovam parceria

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, apresentou nesta segunda-feira, 9, o Time São Paulo Paralímpico 2020, durante cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

Criado em 2011, o projeto visa avaliar, controlar e executar ações de suporte ao desenvolvimento esportivo de atletas de alto nível vinculados ao estado de São Paulo.

A parceria, realizada por meio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, apoiará 61 atletas e dois atletas-guia durante a atual temporada.

Ao todo, serão investidos R$ 3,8 milhões em 11 modalidades contempladas: atletismo, bocha, ciclismo, halterofilismo, judô, natação, canoagem, parataekwondo, tênis de mesa, tiro esportivo e triatlo. Os recursos destinados em 2020 são cerca de R$ 300 mil a mais do que no ano passado

Estiveram presentes no evento o governador do Estado, João Doria, o presidente do CPB, Mizael Conrado, a vice-presidente Naíse Pedrosa, a secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão, e o secretário de Esportes do Estado, Aildo Ferreira.

“Com as ações como o Time São Paulo e o Centro de Treinamento Paralímpico, o Estado de São Paulo tem se tornado a principal casa do esporte paralímpico do nosso país”, afirmou o presidente do CPB, Mizael Conrado.

“Esporte é inclusão social. E projetos como este, que já funcionavam muito bem nos anos anteriores, só tendem a crescer no Estado de São Paulo. Vamos aproveitar a base que já tínhamos do passado para ampliar e defender o esporte paralímpico cada vez mais”, completou o governador João Doria.

Entre os atletas que farão parte do projeto, estão os medalhistas paralímpicos Daniel Dias e Edênia Garcia, da natação, e Alan Fonteles, do atletismo, e Antônio Tenório, do judô. Confira aqui a lista completa dos beneficiados que compõem o Time São Paulo Paralímpico 2020.

“O papel do Time São Paulo vai além dos resultados e dos pódios. Este projeto tem uma grande importância na sociedade, mostrando aos jovens que eles também podem se tornar um atleta”, apontou Edênia.

“Esse Time de São Paulo tem amor, que faz a diferença, que já trouxeram e vão trazer grandes medalhas para o nosso país. E essas conquistas só acontecem graças a essa união de forças e oportunidades”, finalizou a secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão.

CURSO EAD

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e o Governo do Estado de São Paulo anunciaram nesta segunda-feira, 9, uma parceria para oferecer o curso de ensino à distância (EaD) ''Movimento Paralímpico: Fundamentos Básicos do Esporte'' para professores da rede estadual de ensino.

Durante a mesma cerimônia, foi lançada uma versão específica do curso de ensino à distância (EaD) ''Movimento Paralímpico: Fundamentos básicos do esporte'' para os professores da rede estadual de ensino.

O período oficial para realização do curso será entre abril e junho de 2020. A expectativa é que 10 mil professores de educação física e especial participem do programa. No curso lançado em 2019, cerca de 8,5 mil pessoas concluíram a graduação.

“A melhor maneira de melhorar o mundo é investir nas crianças. E, sobretudo, dentro do processo de educação”, completou o presidente Mizael Conrado.

Lançado em fevereiro de 2019, o curso faz parte da meta de capacitar até 100 mil profissionais de Educação Física em esportes adaptados até 2025, definida no Planejamento Estratégico do CPB.

O curso de ensino à distância (EaD) é desenvolvido por meio de uma parceria entre o Comitê Paralímpico Brasileiro e a Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Já as aulas foram desenvolvidas na ferramenta on-line do Impulsiona, programa de educação esportiva do Instituto Península.

O curso totaliza 40h de conteúdo na AVA MEC, sistema do Ministério da Educação. Não há limite de vagas. O curso apresenta conteúdos teóricos, vídeos, questionários e sugestões de atividades práticas.

Para saber mais sobre os cursos do CPB, acesse: https://impulsiona.org.br/esporte-paralimpico


Fonte: Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro




COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS
  • Digg
  • del.icio.us
  • DZone
  • blogmarks
  • StumbleUpon
  • Facebook
  • Tumblr
  • TwitThis
  • Print
  • email
  • Live
  • Yahoo! Bookmarks

Comente esta notícia


Ver mais notícias rss




© 2009-2020 Guias Web - Todos os Direitos Reservados - Normas de Uso - Política de Privacidade