botao de busca



VOLTAR


<<< Anterior      Próxima >>>


Escolha o tamanho da fonte - A - A
20/Fevereiro/2020

Canudos ecológicos entram na pauta da sustentabilidade

Precisamos ensinar as pessoas como descartar esses objetos e pressionar por novas tecnologias biodegradáveis


Canudos ecológicos entram na pauta da sustentabilidade

Os pulmões agradecem. Afinal, foram toneladas de lixo tóxico sendo despejados na natureza. Com a morte de animais e árvores sendo destruídas, o que restará para a humanidade?

No ano de 1947, um grupo de cientistas criou um relógio simbólico com o objetivo de alertar o quanto a raça humana estava prestes a se autodestruir. No ano em que foi criado, o relógio já estava a 7 minutos do dia do Juízo Final, devido à chegada da Guerra Fria.

Desde então, os minutos podem avançar ou retroceder, de acordo com os acontecimentos mundiais. Um dos motivos que levam os ponteiros do Dommsday Clock a se moverem, é o consenso dos cientistas em geral sobre as mudanças climáticas e o impacto do consumo excessivo na natureza.

Então começou a corrida contra o tempo, onde o consumo sustentável é um dos tentáculos dessa batalha em prol da natureza.

O que é consumo sustentável?

O mote da sustentabilidade é a diminuição do impacto no meio ambiente, através de ações que visam preservar os recursos naturais, mantendo o equilíbrio ecológico e diminuindo a poluição.

Isso envolve o consumo de produtos ecológicos, que são identificados segundo suas principais características:

  • Maior vida útil;
  • Redução de materiais tóxicos ou perigosos;
  • Menor consumo de energia ou água em sua produção e/ou utilização;
  • Possibilidade de reciclagem ou reutilização;
  • Menor uso de recursos naturais;
  • Redução de resíduos.

  • Como os consumidores finais também estão atentos ao clima de mudança, passaram a consumir mais produtos sustentáveis. Isso praticamente obrigou as empresas a se reciclarem, oferecendo produtos capazes de atender o clamor por sustentabilidade.

    A prática beneficia todo mundo: empresas e consumidores. Entre as maiores vantagens de comprar produtos sustentáveis, estão:

  • Economia de água e menor emissão de gases de efeito estufa;
  • Redução da quantidade de resíduos para os aterros;
  • Redução de impactos ao meio ambiente e social;
  • Redução de poluição da água e do ar;
  • Redução do consumo de recursos processados e naturais;

  • As empresas que estão se renovando e se enquadrando em uma perspectiva mais favorável em relação ao meio ambiente estão sendo vistas com bons olhos, inclusive recebem prioridade em parcerias com empresas maiores.

    Produtos ecológicos – uma chance para a natureza

    A partir do momento que o consumidor final começou a compreender a parcela de culpa que tem no impacto do meio ambiente, o jogo começou a mudar. Muitas pessoas estão aderindo a compras mais conscientes, estão praticando a coleta seletiva e outras atitudes que visam a preservação de recursos naturais.

    Segundo estudos recentes, os brasileiros estão realmente preocupados com a situação atual do meio ambiente. Segundo a pesquisa, o meio ambiente está entre as 10 maiores preocupações para um cidadão do Brasil, atrás da violência, aumento do custo de vida e outras situações.

    Foi daí que surgiu a procura por produtos ecológicos.

    O “pensamento verde” incendiou massas. E embora a humanidade ainda esteja “engatinhando” rumo a uma sociedade mais consciente, muitas pessoas já estão buscando um estilo de vida mais saudável, o que inclui a preservação de recursos naturais.

    Uma das maiores aliadas à sustentabilidade é a tecnologia. Práticas tecnológicas inovadoras levantam a bandeira verde por trazerem soluções inteligentes, onde recursos sustentáveis são as palavras de ordem.

    E essas estratégias sustentáveis não fazem parte apenas da matéria-prima do produto final. Dizem respeito a todo o processo produtivo, com desenvolvimentos ecológicos e limpos do começo ao fim da produção, eliminando já na fonte, poluição de qualquer origem: hidrosférica, atmosférica, sonora etc.

    Um dos produtos que causam mais impacto no meio ambiente é o plástico. Esse material demora em torno de 400 anos para entrar em decomposição. Até chegar a seus últimos anos de vida, esse produto já matou criaturas marinhas e poluiu lençóis freáticos.

    Um produto pequeno, mas que anda causando bastante estrago é o canudo de plástico. Muitas empresas grandes já aderiram ao “movimento verde” por substituir canudos plásticos por canudos ecológicos.

    Esse é um excelente passo rumo a uma sociedade melhor.

    Canudos de plástico: quem paga o prejuízo?

    Os canudos de plástico, conforme já foi pincelado acima, vêm sendo temas de debates calorosos e com um bom motivo: mais de toneladas desse material são descartados de maneira errada, causando estragos na natureza.

    O tema ficou ainda mais inflamado quando um vídeo passou a circular nas redes sociais de biólogos marinhos na Costa Rica.

    No vídeo, os biólogos retiram um canudo de plástico de dentro da narina de uma tartaruga marinha. Quem pagou o preço de cinco minutos de uso do canudo de plástico? Novamente, a natureza.

    Só nos Estados Unidos, mais de 500 milhões de canudos de plástico são descartados por dia.

    Os canudos de plásticos têm em sua composição materiais como polipropileno ou poliestireno. Esses materiais levam em torno de 200 anos para entrarem em decomposição.

    E o detalhe mais mórbido: quando são descartados, esses materiais se desintegram em pequenas partículas, que são engolidas por animais. É só fazer a conta: se temos mais de 500 milhões de canudos descartados por dia só nos Estados Unidos, imagina no mundo?

    Todos os dias os animais estão engolindo restos de plástico por causa de simples canudos.

    Hoje, o canudo de plástico representa 4% de todo o lixo plástico do mundo. Sem falar que sua produção aumenta significativamente o consumo de petróleo, cuja fonte, diga-se de passagem, não é renovável.

    Esse é o motivo de todo frisson em torno do produto. Mas então, qual é a alternativa?

    Canudos ecológicos: uma ideia sustentável

    O relógio Dommsday Clock continua badalando, enquanto o mundo corre atrás do prejuízo. Países inteiros já começaram a mobilização e declararam guerra contra os canudos de plástico.

    Cidades como Rio de Janeiro e São Paulo estão tomando medidas junto à Câmara Municipal para banir o produto das prateleiras. Porém, será que existem alternativas?

    Afinal, segundo o biólogo Cláudio Gonçalves Tiago, professor do Centro de Biologia Marinha (CEBIMAR) da Universidade de São Paulo (USP), “não adianta nada proibir determinado objeto, se a população não tem alternativas. O caminho para um mundo com menos plástico vai se dar por educação, não por proibição. Precisamos ensinar as pessoas como descartar esses objetos e pressionar por novas tecnologias biodegradáveis”.

    Algumas alternativas estão sendo cotadas para as alternativas do produto:

  • Canudos ecológicos de metal,
  • Canudos ecológicos de papel,
  • Canudos ecológicos de vidro,
  • Canudos ecológicos comestíveis,
  • Canudos ecológicos de palha,
  • Canudos ecológicos de bambu,
  • Entre outros.

  • Mais de 20 cidades brasileiras aderiram à ideia e estão transformando a maneira de pensar sobre produtos sustentáveis, colocando os canudos ecológicos cada vez mais em evidência.

    Um dos produtos mais procurados dentre os canudos ecológicos são os canudos de metal. Existem diversos benefícios para a escolha.

    O canudo de aço, por exemplo, pode ser feito de um material 100% reciclável, o que torna esse produto um dos mais procurados pelos consumidores conscientes.

    Além disso, canudos de metal são resistentes e tem grande durabilidade. O apelo visual também chama atenção para os canudos de metal. O aço é um material nobre, que garante às peças sofisticação e modernidade.

    Os canudos ecológicos de metal são fáceis de limpar e podem ser usados diversas vezes antes de serem descartados. E quando assim o forem, podem ser reciclados e utilizados novamente.

    Sustentabilidade: uma batalha coletiva

    As indústrias estão começando a se adaptar a essa consciência coletiva em defesa ao meio ambiente. Mas pequenas coisas podem fazer diferença no dia-a-dia de cada cidadão. Hoje em dia, descartar coisas é quase um hobbie.

    Porém, o consumo consciente é uma das maneiras de poupar recursos naturais e ainda economizar dinheiro. O descarte de materiais de maneira incorreta também deve ser pauta diária das famílias.

    Ainda existem muitas dúvidas sobre como fazer a coleta seletiva, por exemplo.

    Condôminos e moradores de apartamentos podem se juntar para reunirem ideias de como instaurar a coleta seletiva nos condomínios. Muitas empresas de reciclagem compram latinhas e outros materiais recicláveis, o que pode contribuir para as finanças do próprio condomínio.

    Para casas individuais, é preciso, dentre outras práticas, separar o lixo orgânico do lixo seco.

    O que é lixo seco?

  • Papéis,
  • Recipientes,
  • Plástico,
  • Metal,
  • Vidro,
  • Entre outros.

  • O que é lixo orgânico?

  • Restos de verduras,
  • Restos de frutas e outros alimentos,
  • Resíduo de origem animal.

  • O óleo de cozinha também deve ser reciclado. Um dado alarmante referente ao óleo de cozinha é que um único litro de óleo pode contaminar mais de um milhão de litros de água. Muitas empresas utilizam esse material para a produção de biodiesel e sabão.

    Descartar os materiais no local correto e substituir produtos que impactam o meio ambiente por produtos ecológicos é uma das maiores demonstrações de respeito ao ecossistema. O relógio Dommsday Clock continua badalando.

    Cada um pode fazer sua parte para que ele retroceda os minutos ao invés de avançar. As gerações futuras dependem dessas escolhas.

    Website: https://hakunamatatabrindes.com.br/


    Fonte: Dino Notícias




    COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS
    • Digg
    • del.icio.us
    • DZone
    • blogmarks
    • StumbleUpon
    • Facebook
    • Tumblr
    • TwitThis
    • Print
    • email
    • Live
    • Yahoo! Bookmarks

    Comente esta notícia


    Ver mais notícias rss




    © 2009-2020 Guias Web - Todos os Direitos Reservados - Normas de Uso - Política de Privacidade