botao de busca



VOLTAR


<<< Anterior      Próxima >>>


Escolha o tamanho da fonte - A - A
25/Julho/2019

Costa Cruzeiros assina o Acordo ''Gênova Azul'' em benefício dos portos italianos

O documento determina que o teor de enxofre presente no combustível de navios que operam pelas águas de Gênova e Savona, na Itália, não ultrapasse 0,10%; Embora o acordo tenha sido assinado pela Costa Cruzeiros neste mês, a companhia já cumpre com essa regra, voluntariamente, há alguns anos


Costa Cruzeiros assina o Acordo

Navio Costa Fortuna, ancorado no porto de Gênova


São Paulo, julho de 2019 - A Costa Cruzeiros assinou o Acordo “Gênova Azul”, uma iniciativa promovida pela Guarda Costeira das cidades italianas de Gênova e Savona. O documento determina que os navios utilizem combustível marinho com teor de enxofre abaixo de 0,10% por massa. A legislação vigente já estipula esse limite para quando o navio estiver atracado, mas a nova resolução também estabelece essa regra para antes de os navios entrarem nos portos de Savona e Gênova.

''Ao assinar o Acordo “Gênova Azul”, reforçamos nosso compromisso com a redução do impacto ambiental de nossos navios. O tratado oficializado neste protocolo já é aplicado pela Costa Cruzeiros, de maneira voluntária, há alguns anos. Estamos felizes em ver que outras companhias marítimas também se comprometeram com as regras, que beneficiarão ainda mais as comunidades que visitamos diariamente'', comemora Neil Palomba, presidente da Costa Cruzeiros.

O acordo reconhece ainda a eficácia dos sistemas de limpeza de gases de escape. Atualmente, mais de 70% dos navios da frota da Costa estão equipados com essa metodologia, chamada de Sistemas avançados de qualidade do ar, que garante a remoção quase completa dos óxidos de enxofre, apresentando uma diminuição de 75% destas partículas, além de uma redução significativa de óxidos de nitrogênio.

O Acordo “Gênova Azul” é mais um passo na jornada de crescimento sustentável da Costa Cruzeiros em Gênova, Savona e na Ligúria, e fortalece cada vez mais o elo da empresa italiana com sua pátria.

Desde o final de março, o navio Costa Fortuna retomou suas operações regulares no porto de Gênova e, em 2020, o navio Costa Pacifica será o principal a realizar viagens a partir de seu porto. Durante as escalas em Gênova, o Costa Fortuna oferece aos hóspedes nove excursões inéditas, que contribuem para promover ainda mais a cidade e seus arredores - em 2019, a cidade deve receber 170 mil turistas. Neste ano, o Grupo Costa terá 243 escalas na região da Ligúria, o que representa cerca de 1,2 milhão de hóspedes.

Considerado o principal porto global da Costa Cruzeiros, Savona tem recebido, da companhia marítima e da Autoridade Portuária do Mar da Ligúria Ocidental, investimentos significativos para a chegada do navio Costa Smeralda, o primeiro de sua frota movido a Gás Natural Liquefeito (GNL), o combustível fóssil mais limpo do mundo. Os investimentos somam mais de 20 milhões de euros. O trabalho, no entanto, não compromete a operação portuária, onde estão previstas 164 escalas e o embarque e desembarque de 750 mil passageiros em 2019.

Em La Spezia, a Costa Cruzeiros, juntamente com outras empresas, ganhou o contrato para gerenciar os serviços de cruzeiros do porto e, entre os termos, está a construção de um novo terminal de cruzeiros. Em 2019, os navios do Grupo Costa farão 50 escalas no porto da província, incluindo 29 escalas do navio AIDAnova, flagship da AIDA Cruises, empresa alemã pertencente ao Grupo Costa.

Como mais uma demonstração do compromisso da Costa Cruzeiros com a comunidade local, a Fundação Costa Crociere e a prefeitura de Gênova apresentaram o plano de um novo Centro Comunitário, aberto a todos os moradores do distrito de Certosa, em Gênova. Com o objetivo de criar um ambiente multifuncional e inovador, o espaço terá cerca de 530m² e ficará localizado no primeiro andar de um prédio pertencente à prefeitura. Contando com a colaboração de associações e instituições regionais, o Centro Comunitário estará aberto a empresas interessadas em realizar atividades em prol das comunidades de Certosa. A reforma deve começar no final de agosto.

A Fundação Costa Crociere investirá, inicialmente, 330 mil euros no projeto - o montante é resultado da campanha de angariação de fundos “Insieme per Genova” (Juntos por Gênova), na qual a empresa envolveu todos os seus hóspedes e parceiros.


Fonte: Porta-Voz Comunicação




COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS
  • Digg
  • del.icio.us
  • DZone
  • blogmarks
  • StumbleUpon
  • Facebook
  • Tumblr
  • TwitThis
  • Print
  • email
  • Live
  • Yahoo! Bookmarks

Comente esta notícia


Ver mais notícias rss




© 2009-2019 Guias Web - Todos os Direitos Reservados - Normas de Uso - Política de Privacidade